No primeiro post dessa série, comentamos o quanto é importante que você tenha o máximo domínio da língua inglesa se quiser atingir seus objetivos profissionais na Austrália e o quão fundamental é ter um bom plano de estudos traçado.

Nessa segunda parte falaremos um pouco mais sobre um segmento de cursos muito procurado por estudantes internacionais que vem para a Austrália aprimorar seus conhecimentos.

Etapa 2: Cursos técnicos e vocacionais

Cursos técnicos e vocacionais na Austrália foram desenvolvidos para entregar ao mercado de trabalho, profissionais capacitados e com conhecimento técnico em diversas áreas e indústrias, incluindo prestação de serviço (marceneiros, hidráulicos, pedreiros, eletrecistas, etc.), administração, varejo, tecnologia, educação infantil, educação física, entre outros. Esses cursos são oferecidos em 3 níveis: certificado (I ao IV), diploma e advanced diploma.

Afim de ter um melhor entendimento sobre os cursos vocacionais, primeiramente precisamos vislumbrar seus planos futuros para depois do término do curso. Isso quer dizer o que você planeja fazer com o conhecimento que você terá adquirido no curso para conseguir um emprego na sua área?

Durante o tempo em que estou na Austrália, tenho notado que os estudantes internacionais previamente matriculados em cursos vocacionais encontram dificuldade para conseguir emprego de tempo integral na área de formação prévia, pois a maioria dos cursos vocacionais não cumprem os critérios necessários para um visto de trabalho temporário. Por exemplo, ja vi muitas pessoas que estudaram um Diploma of Business (diploma de negócios), terminaram o curso com distinção, mas assim que pegaram o certificado se encontraram numa encruzilhada sem saber o que fazer com ele, pois esses estudantes não poderam trabalhar legalmente na Austrália em período integral.  Neste caso, os estudantes acabam tendo duas opções: a primeira é continuar estudando e renovando o visto ano após ano (ja vi gente renovar por até 7 vezes) ou então voltar pro seu país de origem.

A realidade é dura, mas tenho boas notícias pra você. Mais adiante vou explorar outras possibilidades de fazer seu sonho virar realidade (incluindo estratégias sobre como encontrar um emprego meio-turno), que podem fazer uma significativa diferença na sua vida profissional na Austrália.

A verdade é que embora os estudantes internacionais adquiram bons conhecimentos através dos cursos vocacionais, as empresas australianas buscam muito mais do que isso. Elas querem conhecimentos sólidos e específicos na área em que estão recrutando e prévia experiência dentro do mercado local. Além disso, as empresas sempre darão preferência para os cidadãos da Austrália. A única maneira de lhe darem uma oportunidade é se você tiver habilidades específicas e experiência comprovada.

Não fique desanimado com o que estou dizendo, isso acontece em todos os lugares do mundo. Imagine a mesma situação de um estudante internacional no seu país de origem. É muito pouco provável que uma empresa na sua cidade natal vá contratar um estrangeiro, exceto se ele tiver habilidades e qualificações que não possam ser encontradas no profissionais locais.

A razão pela qual eu estou batendo forte nesse ponto não é para questionar a qualidade dos cursos técnicos e vocacionais na Austrália, mas para que você possa ter uma ideia clara sobre o que você irá fazer assim que concluir o seu curso.

Se você ainda não sabe bem o que fazer, a solução é agir agora. Por isso vou te dar duas sugestões:

Comece a trabalhar agora

Estudantes internacionais podem trabalhar legalmente 20 horas por semana (meio turno), sem nunca exceder 40 horas por quinzena. Muito provavelmente se você ja está estudando na Austrália,você também ja tem um trabalho, certo? E o seu trabalho/emprego atual não tem relação alguma com o que você está estudando. Estou certa?

Se faz sentido o que eu falei acima, você precisa mudar e dar um upgrade na sua situação pra melhor. O primeiro passo é procurar um trabalho (incluindo estágio) que esteja relacionado com aquilo que você está estudando, porque ter experiência no mercado australiano é a chave para potencializar suas chances no futuro. Posições mais baixas são o melhor caminho pra você começar a sua pesquisa. Possivelmente você terá que demonstrar alguma experiência prévia, entretanto nesses tipos de empregos você também pode enaltecer suas habilidades através de projetos acadêmicos e conquistas. Veja alguns exemplos à seguir:

A indústria da construção está constantemente buscando profissionais juniores nas áreas de suporte à condomínios e planejamento. Vamos dizer que você esteja trabalhando atualmente na construção civil como operário. Você pode usar essa sua ja adquirda experiência na área para se candidatar à ser um planejador junior. Sua principal função será dar suporte ao gerente de planejamento à medida em que você treina sobre como produzir estimativas e planejamentos mais acurados, bem como analisá-los e revisá-los corretamente.

Outro exemplo vem do campo de engenharia , que poderia ter demanda pararedutores estruturais júnior. Talvez você tenha estudado engenharia em seu país de origem por alguns anos até que você decidiu se mudar para a Austrália. Isso ajuda se você puder trabalhar em regime de meio turno como um estruturador junior. Você precisaria da experiência de uso do AutoCAD e suas funções incluirão documentação, planejamento de trabalho e visitas em campo.

Outras indústrias como tecnologia, finanças, educação, turismo e fabricação, também têm grandes oportunidades. Não importa se você está matriculado em um certificado IV, diploma ou diploma avançado. Você sempre pode encontrar uma posição de nível de entrada em seu campo. Por exemplo, se você estiver estudando um Diploma de Marketing, você pode encontrar uma posição de nível de entrada como assistente de marketing junior em uma agência de marketing. O mesmo pensamento pode ser aplicado para estudantes matriculados em um Diploma de Design. Eles podem candidatar-se a uma posição de designer júnior ou podem candidatar-se a recepcionistas em um estúdiode design para começar a ganhar experiência sobre como funciona esse mercado na Austrália.

As possibilidades são ilimitadas. Você precisa expandir a sua mente, bem como o seu pensamento, a fim de desafiar as chances, levando você a encontrar novas soluções. Não estou dizendo que será fácil, na verdade longe disso, porém, só será possível se você estiver disposto a tentar.

Uni Pathway

Uni Pathway significa que seus anos de estudo na Austrália podem ser usados ara um diploma de bacharel. É chamado de um caminho para o ensino superior e você pode entrar nas universidades australianas se você completou uma qualificação VET, como um diploma ou diploma avançado. Isso significa que você pode usar seus estudos atuais para economizar tempo além do dinheiro para entrar na universidade. Visite os sites das universidades e procure "Entry Pathways" ou "Pathway Programs" para obter mais informações. Além disso, muitas instituições de cursos vocacionais e técnicos estão começando a oferecer cursos de educação superior, o que torna a transição ainda mais suave. Fale com sua agência de intercâmbio para verificar se sua instituição atual oferece opções de bacharelado.

Aqui está outro exemplo. Se você foi matriculado em um Diploma de Negócios e depois de um período de tempo você percebe que a Austrália é onde você quer ficar para sempre, vale a pena investir mais na sua educação. Um bacharelado trará muitas vantagens. Se você precisar de mais incentivo, leia o próximo tópico que iremos publicar na próxima semana.

*Este texto foi traduzido e adaptado do livro “The International Student’s Blueprint: Your strategy for sucess in Australia”, de autoria de Vanessa Sebben, que mora na Austrália há 5 anos e atualmente trabalha como consultora de carreiras, ajudando principalmente estudantes internacionais a se colocarem no mercado de trabalho australiano. Para mais informações, visite: www.vsaustralia.com/theblueprint