Muita gente vem pra Austrália com o objetivo final de tentar ficar permanente no país e atingir esse objetivo não é impossível, desde que se trace uma estratégia pra isso antes de chegar aqui. Manter o foco quando estiver em solo australiano é fundamental pro sucesso da sua jornada.

A Education DownUnder tem parceria com a VS Career, uma empresa de consultoria de carreira que orienta estudantes internacionais a se colocarem no mercado de trabalho na Austrália e compartilhamos aqui um texto escrito pela Vanessa Sebben sobre como conquistar seus objetivos profissionais. 

 

A Austrália é um país que abriga mais de 500 mil estudantes internacionais e oferece diversas opções para quem quer se qualificar. Iremos focar aqui nos três principais tipos de cursos oferecidos: ELICOS (curso de inglês), Vocacional/Técnico e Ensino superior.

Diferente de outros países, a Austrália permite que os estudantes internacionais trabalhem enquanto estudam. O site oficial do governo australiano para estudantes internacionais traz as informações à respeito do direito de trabalhar remuneradamente: grande parte dos vistos de estudante permite até 40 horas de trabalho remunerado a cada duas semanas em período de aulas e ilimitado em período de férias,porém,  antes de começar a trabalhar você deve checar as condições impostas no seu visto.

Ao longo do texto usamos a expressão “meio turno (part-time job)” e isso se refere apenas aos empregos que requerem que o empregado trabalhe até 20 horas por semana ou até 40 horas quinzenais, conforme a legislação.

Antes de prosseguirmos, vou assumir que em sendo um estudante internacional você tem dois objetivos principais. O primeiro é aprender novas habilidades do curso que você está fazendo. O segundo provavelmente inclui trabalhar e ter experiência no mercado de trabalho australiano. A combinação desses dois objetivos tem potencial para torná-lo um profissional qualificado na Austrália e em outros países.

Vamos à seguir analisar como você pode atingir esses objetivos.

Etapa 1: Cursos de inglês

Estudantes internacionais vem de diversos locais do mundo pra aprender inglês na Austrália. Provavelmente você não quer ser somente um estudante de inglês, você quer mais. Talvez você tenha como objetivo se graduar para depois encontrar um trabalho ou até mesmo abrir seu próprio negócio. O que o torna diferente é que você ja decidiu que o curso de inglês é apenas o começo da sua jornada na Austrália. Onde você quer chegar depois?

A resposta dependerá de inúmeros fatores, mas principalmente vai depender do seu domínio da língua inglesa. Se você está no começo do curso, você tem grandes vantagens: tempo, tanto para estudar quanto para construir uma estratégia para o seu futuro. Você tem que se dedicar 100% para o seu curso de inglês e dar o seu melhor, pois quanto mais você dominar o inglês, maiores serão as suas chances de sucesso. Afinal de contas, você não terá muito boas chances na Austrália se não falar inglês com o mínimo de fluência.

Conseguir um trabalho na sua área de formação ou de experiência prévia pode ser desafiador, mas se você desenvolver uma estratégia logo no começo da sua jornada, isso te manterá focado para perseguir e alcançar o objetivo de longo prazo.

No decorrer do curso de inglês, é recomendável que você avalie o seu desempenho constantemente com seus professores ou fazendo testes online para se certificar que você estará progredindo. Uma vez que você perceba que está se desenvolvendo rapidamente, é hora de decidir o que fazer a seguir. É o momento de um novo desfio? Você quer se matricular num curso técnico ou de nível superior? Avalie bem as duas opções antes de tomar uma decisão.

Este texto foi traduzido e adaptado do livro “The International Student’s Blueprint: Your strategy for sucess in Australia”, de autoria de Vanessa Sebben, que mora na Austrália há 5 anos e atualmente trabalha como consultora de carreiras, ajudando principalmente estudantes internacionais a se colocarem no mercado de trabalho australiano. Para mais informações, visite: www.vsaustralia.com/theblueprint

Na próxima semana iremos compartilhar a etapa 2. Fique ligado!